Algoritmo simples pode ajudar a prever bacteremia em pacientes hospitalizados

Prever a presença de bactérias no sangue com base no exame clínico não é confiável e, por isso, pacientes hospitalizados frequentemente realizam hemoculturas, apesar da alta probabilidade de contaminação. Um novo estudo, realizado no Japão e publicado no Journal of Hospital Medicine, identificou um algoritmo simples e confiável para prever bacteremia.

No total, 1.943 pacientes hospitalizados, com idades entre 14 e 96 anos, que foram submetidos a hemocultura entre abril de 2013 e agosto de 2014 foram inscritos no estudo. Foram avaliados o consumo de alimentos e a presença de calafrios.

A ingestão de alimentos orais dos pacientes foi analisada com base na refeição imediatamente anterior à hemocultura, definindo como “consumo normal de alimentos” quando mais que 80% de uma refeição foi consumida e como “pobre” quando menos de 80% foi consumido. Simultaneamente, também foi avaliada a história de calafrios.

  • Entre os participantes, 223 casos eram bacteremia verdadeira. Entre os pacientes com consumo “normal” de alimentos, sem calafrios, a incidência de bacteremia verdadeira foi de 2,4% (13/552).
  • Entre os pacientes com consumo “pobre” de alimentos e com calafrios, a incidência de bacteremia verdadeira foi de 47,7% (51/107).

A presença de consumo “pobre” de alimentos teve uma sensibilidade de 93,7% (intervalo de confiança [IC] de 95%, 89,4% -97,9%) para bacteremia verdadeira. O consumo “normal” teve uma razão de verossimilhança (LR) negativa de 0,18 (IC de 95%, 0,17-0,19) para excluir bacteremia verdadeira.

A presença de calafrios apresentou uma especificidade de 95,1% (IC de 95%, 90,7%-99,4%) e uma LR positiva de 4,78 (IC de 95%, 4,56-5,00) para bacteremia verdadeira.

Pelos resultados, os pesquisadores concluíram que um checklist com apenas dois itens (consumo de alimentos e calafrios) tem excelentes propriedades estatísticas e pode servir como um breve instrumento de triagem para prever bacteremia.

Fonte: https://pebmed.com.br/

deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.